Busca  
  Redação   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Gramática: certo ou errado


Os ‘criadores da palavra’ – poetas, contistas, romancistas, músicos populares, jornalistas, blogueiros, entre outros – coletam e utilizam as inovações da linguagem popular, mas também as inventam. Como são produtores, estão atentos às constantes modificações da língua, que, embora de forma lenta e ‘branda’, traduz a própria dinâmica do povo que a fala, povo este que também se transforma continuamente. Se as línguas tivessem um caráter estático, talvez ainda falássemos o latim, que originou o português: a língua portuguesa é o resultado da evolução do latim vulgar. Muitas das inovações linguísticas são aproveitadas pelos escritores em suas obras e acabam incorporando-se à língua; outras são novidades passageiras e servem apenas para ilustrar situações específicas nas quais o povo está inserido. Os criadores literários têm mais liberdade de recorrer às novidades linguísticas, além de criá-las; já o redator de um ensaio ou um jornalista não tem a mesma liberdade ou a têm somente em determinados momentos.




   Nesta matéria
As várias características da língua
A gramática e a ideia
Próxima