Busca  
  Geopolítica   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Guerra das Malvinas

Jeff Schmaltz / Nasa Earth Observatory

Segundo o Atlas de História Militar Collins de 2006, a Guerra das Malvinas foi um conflito de baixa tecnologia. Os britânicos tiveram que lutar uma série de batalhas em morros, com táticas convencionais. Patrulhas fizeram missões de reconhecimento que hoje são feitas por aeronaves não tripuladas. Mesmo com uma força considerada relativamente menos avançada, a Argentina infringiu ataques que causaram grandes perdas às forças britânicas.

Foi considerada uma guerra colonial no contexto da Guerra Fria. Não foi um conflito no qual as forças britânicas esperavam lutar na metade do século XX, de modo que foi necessário adotar uma série de improvisações, criatividade e uma complexa logística que permitissem realizar uma batalha a milhares de quilômetros das bases mais próximas no Atlântico Sul. Provou que a tecnologia, sua manutenção e avanço, além da qualidade no treinamento das forças armadas e criatividade em situações adversas, são fatores que determinam a resolução de conflitos no mundo.


   




   Nesta matéria
Século XVI e XVII
Século XVIII
Século XIX
Século XX (1940 e 1950)
Século XX (1960)
Século XX (1970)
Século XX (1980)
Contexto argentino
Pré-invasão
Geórgia do Sul
Operação Rosario
Mobilização britânica
Reação britânica
Luta no mar
San Carlos
Goose Green, Mount Kent e Bluff Cove/Fitzroy
Port Stanley
Final e consequências
Próxima