Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Música e Ditadura Militar

Duarte Pupo

O golpe civil-militar de 1964 coincidiu com um momento de grande efervescência política e cultural no país, oriunda dos anos de normalidade democrática que o antecederam. No campo da música popular, vivia-se um momento em que diferentes correntes estéticas e ideológicas surgiam e no qual a indústria fonográfica e a televisão cresciam no país. Os memoráveis Festivais foram a expressão mais clara desse processo, além de palco para a expressão da insatisfação de setores da população com o autoritarismo do regime militar, tolerada até o fatídico Ato Institucional nº 5, de 1968. Nesse espaço foram apresentadas as chamadas “canções de protesto”, músicas engajadas na luta contra as mazelas sociais do país e contra a Ditadura Militar.

 



   Nesta matéria
Música e Ditadura Militar
Próxima