Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Uma Constituição em cada década
O Brasil chega à década de 1920 com uma superprodução cafeeira. Esse problema e a Quebra da Bolsa de Nova York, em 1929, provocam uma crise político-econômica que desemboca na Revolução de 1930, movimento formado por grupos que não se sentiam representados na União. Getúlio Vargas lidera o movimento e atrai o operariado. A chamada República Velha chega ao fim, mas a Constituição de 1891 se mantém até 1934, quando é promulgada a terceira Constituição do país. Entre 1934 e 1967, a promulgação e a outorga de quatro diferentes Constituições refletem mudanças no quadro das instituições e no dia a dia dos brasileiros. Durante o regime militar, que se estende de 1º de abril de 1964 até a redemocratização em 1985, o plano político foi marcado pelo autoritarismo, pela supressão dos direitos constitucionais, pela perseguição policial e militar e pela imposição da censura prévia aos meios de comunicação.


   Nesta matéria
A Constituição de 1934
O Estado Novo e a Constituição de 1937
A Constituição de 1946
A Constituição de 1967
A Reforma Constitucional de 1969
Próxima