Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Guerras contra o monopólio português
A política mercantilista de Portugal teve como uma de suas características o monopólio comercial. Todos os produtos fabricados no Brasil só poderiam ser vendidos para a metrópole portuguesa, sendo proibido o comércio com os demais países. Isso permitiu o desenvolvimento de uma elite que enriqueceu durante os ciclos da cana, do ouro e até mesmo em função da venda de índios escravizados para os grandes latifundiários. Mas o excessivo controle da metrópole começou a incomodar essa elite. Sua insatisfação cresceu, principalmente ante os aumentos de impostos e a intensificação do controle do comércio praticado por Portugal ao longo dos séculos XVII e XVIII. Como consequência, esses grupos sociais desencadearam uma série de rebeliões em várias capitanias brasileiras, demonstrando o descontentamento com a política econômica adotada pela metrópole.


   Nesta matéria
A Revolta dos Beckman
A Guerra dos Emboabas
A Guerra dos Mascates
A Revolta de Vila Rica
Próxima