Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

As lutas pós-Independência
Em 1831, a situação política do Brasil era instável. D. Pedro I estava mais preocupado com as questões de Portugal e isso levantou a suspeita de que estivesse querendo reunir de novo os dois países. O sentimento antiportuguês foi um dos principais responsáveis pela abdicação do imperador, que embarcou para Portugal com o propósito de reclamar seu direito ao trono daquele reino. Deixou no Brasil um sucessor — seu filho Pedro, com 5 anos. Para governar em nome do príncipe, até que ele atingisse a maioridade, foi nomeada a Regência (1831 a 1840). Teve início, assim, um dos períodos mais agitados da História do Brasil. Antes disso, as ideias liberais de república e federalismo tinham ganho corpo entre os pernambucanos, aumentando as disputas com o Poder Central.

 





   Nesta matéria
A Confederação do Equador
As revoltas regenciais
A Cabanagem
Revolta ao Norte e ao Sul
A Sabinada
A Balaiada
Revolta dos Malês
Próxima