Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Garantir a posse das terras e o poder centralizado
Durante o Período Colonial (1500 a 1822), a primeira preocupação da Coroa foi assegurar a posse das terras conquistadas e garantir os lucros obtidos na Colônia. Assim, Portugal incentivou as expedições e criou o governo-geral (1549) após o fracasso das capitanias hereditárias. Os novos governadores-gerais trabalhavam em nome dos interesses do rei. De início, a missão era centralizar e controlar a administração. Durante o Império (1822 a 1889), o objetivo era a defesa da Monarquia. Poucos opositores ou políticos não pertencentes a famílias aristocráticas conquistaram um lugar de destaque no cenário político da época.


   Nesta matéria
Pedro Álvares Cabral (1467?-1520)
Mem de Sá (1500-1572)
Marquês de Pombal (1699-1782)
José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838)
Regente Diogo Antônio Feijó (1784-1843)
Joaquim Nabuco (1849-1910)
Princesa Isabel (1846-1921)
Próxima