Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Depois da abolição, as novas relações de trabalho no país
O fim da escravidão teve reflexos políticos importantes, principalmente ao criar a necessidade do desenvolvimento das relações patrão–empregado, inexistentes durante os 300 anos nos quais o Brasil dependeu da mão de obra escrava. A vinda de imigrantes estrangeiros foi incentivada para substituir a mão de obra perdida com a abolição. Mas era preciso oferecer condições mais decentes de trabalho para esse novo grupo. Isso foi feito lentamente e apenas depois de os imigrantes se mobilizarem em defesa de seus direitos. Somente na década de 1930, com a primeira legislação trabalhista, decretada por Getúlio Vargas, foi que se criou no Brasil a consciência de que, assim como os patrões, os empregados tinham direitos e obrigações


   Nesta matéria
A chegada do imigrante europeu
Formação do operariado
Próxima